Primeira Semana em Senegal

Marvyo, Priscila, erijane, Elisama, Ev. Emilson

Marvyo, Priscila, Erijane, Elisama, Ev. Emilson

             

Chegamos ao Senegal! Estamos vivenciando um novo processo, uma fase de desafios, adaptações e muitas descobertas. Estamos em um país diferente, em um continente diferente, comendo diferente, vestindo-se diferente, falando diferente, enfim tudo nesse lugar é diferente. Para nós, viver em meio ao contexto africano é desafiador e apaixonante. Não há como explicar a mistura de emoções que nos invade e nos faz amar pessoas que outrora não conhecíamos.

Comendo Jaembudji

Comendo Tiembudji

       Os pratos senegaleses são deliciosos, são feitos geralmente a base de peixe, arroz, legumes e muito tempero, é realmente muito gostoso! O modo de se comer aqui é muito interessante, todos se sentam no chão, em cima de uma espécie de tapete (nate), e compartilham a mesma comida posta em um grande prato. Todos comem juntos, seis ou mais pessoas compartilham o mesmo prato, caso percebam que alguém não está comendo suficiente eles empurram mais comida para a pessoa. Durante a refeição é possível perceber a preocupação que cada um tem para com o outro. Também é interessante observar esse gesto nas crianças, se por acaso uma criança ganhar um pedaço de pão, ela espontaneamente o divide com as outras crianças.

Praia de Yoff

Praia de Yoff

Ao andarmos pelas ruas podemos observar muitas cores através do modo de vestir. Eles usam roupas lindas e muito coloridas. As mulheres são muito vaidosas e prezam por estarem bem vestidas e sempre combinando. As roupas são saias e vestidos, sempre longos, e as mulheres casadas geralmente usam um lenço na cabeça. Há tranças de todos os tamanhos e modelos, lindas e coloridas!

 

Barco do projeto "Lançando as Redes"

Barco do projeto "Lançando as Redes"

     A língua falada comercialmente é o francês, o wolof é a língua falada em todo o território nacional e cada etnia também tem sua própria língua. Estamos em um país onde 90% da população é muçulmana, em algumas etnias há mais liberdade de se falar de Jesus, contudo em outras é totalmente fechado. O desafio é enorme, pois em um único país há inúmeras línguas e culturas distintas. Diariamente é possível escutar os sons que vêm da mesquita chamando à oração, é um momento em que todos param o que estão fazendo e se prostram para orar independente do lugar de onde estejam. É comum escutarmos o som do Alcorão propagado nas ruas, na praia há espécies de barracas feitas para momentos de leitura e meditação do Alcorão. Há mesquitas por todas as partes, em qualquer direção que se olhe é possível ver a torre de uma mesquita.

Mulher Senegalesa

Mulher Senegalesa

        A família para eles é um bem extremamente precioso, não há nada em nossa cultura que se compare com o valor a família tem aqui. Ao casar-se a nova família vai morar na casa da mãe do noivo e a nora fará tudo para sua sogra; cozinhar, limpar, passar. Assim, as casas tornam-se aglomerados de famílias em que todos são responsáveis pela educação dos menores. Para eles não há a concepção de tios e tias, todos são pais e mães, e os primos são todos irmãos. Quando uma criança faz algo de errado todos têm a obrigação de corrigi-lo, e bater é a forma mais comum. Uma das maiores dificuldades para que alguém se converta é a família, pois caso isso aconteça a pessoa é expulsa e desprezada por todos e pela sociedade no geral, ficando sem lugar para morar, sem emprego, sem comida, totalmente à margem da sociedade.

Igreja de Estrangeiros no Senegal

Igreja de Estrangeiros no Senegal

                Os primeiros passos que estamos dando aqui é aprender a língua e a cultura, e com essas duas armas nas mãos queremos fazer amigos, ganharmos a confiança. Precisamos expressar o amor de Deus através da nossa maneira de viver, para que a luz de Cristo em nós brilhe fazendo-os buscarem essa luz para iluminar seus caminhos de trevas. O povo senegalês é um povo lindo, porém muito oprimido pelo medo, pelo misticismo e sincretismo religioso. Somente Jesus Cristo pode fazê-los experimentar a essência da verdadeira liberdade, da alegria genuína e da doce certeza de que há uma vida eterna perto do verdadeiro Deus.

Por: Miss. Priscila Alencar 

 

 

 

Missionários Marvyo & Priscila -SENEGAL-Dakar

Missionários Marvyo & Priscila -SENEGAL-Dakar

 

 

Visite:http://www.semadec.org.br/missionarios_htm/africa/marvyo/marvyo_pop.html

Uma resposta

  1. pris te amo

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: